animação

“Recusa” no encerramento do 30º Festivale

 

Em setembro,  o espetáculo RECUSA – (Prêmio Shell 2012 de Melhor Direção e Melhor Cenário) – da Cia Teatro Balagan em que Eduardo Okamoto é ator-convidado, participa do 30º Festival Nacional de Teatro do Vale do Paraíba. Em sessão única, o espetáculo será apresentado no encerramento comemorativo dos 30 anos de FESTIVALE.

 

RECUSA é narrado, cantado, por dois olhares e seus múltiplos: dois índios Piripkura; dois heróis ameríndios, Pud e Pudleré, criadores dos seres; um padre que foi engolido por uma onça que resolveu morar dentro de um lugar inesperado; um fazendeiro que matou um índio e o mesmo índio que o matou, por uma cantora que se perde na mata, por Macunaíma e seu irmão, os heróis dos Taurepang, e outros tantos.

 

Ficha Técnica

ATUAÇÃO: Antonio Salvador e Eduardo Okamoto (ator convidado)

ENCENAÇÃO: Maria Thaís

DRAMATURGIA: Luís Alberto de Abreu

CENOGRAFIA E FIGURINO: Márcio Medina

ILUMINAÇÃO: Davi de Brito

DIREÇÃO MUSICAL: Marlui Miranda

PREPARAÇÃO DE BUTOH: Ana Chiesa Yokoyama

ASSISTÊNCIA DE DIREÇÃO: Gabriela Itocazo

ASSISTÊNCIA DE CENOGRAFIA: César Santana

ASSISTÊNCIA DE ILUMINAÇÃO: Vânia Jaconis

OPERAÇÃO DE LUZ: Bruno Garcia

ADMINISTRAÇÃO: Deborah Penafiel

COSTUREIRA: Judite Lima

FOTOGRAFIA MATERIAL GRÁFICO E DIVULGAÇÃO: Ale Catan

PROJETO GRÁFICO: daguilar.com.br

ARTE GRÁFICA CIA TEATRO BALAGAN: Gustavo Xella

PRODUÇÃO EXECUTIVA: Norma Lyds

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Daniele Sampaio

 

Para informações completas sobre o espetáculo, clique aqui. 

 

Serviço

“Recusa” no 30º FESTIVALE – Festival Nacional de Teatro do Vale do Paraíba 

Onde: Cine Santana – Av. Rui Barbosa, 2005, Santana. São José dos Campos – SP.

CEP: 12211-105

Quando: 13 de setembro

Horário: 21h

Ingressos: Serão distribuídos uma hora antes do espetáculo, entrada gratuita.

Mais informações clique aqui.

 

10257280_896936753650274_3128779888181670267_n

 

 

 

 

“Agora e na Hora de Nossa Hora” no Festivale

Eduardo Okamoto apresenta monólogo sobre meninos de rua como espetáculo convidado no Festivale 2012, em São José dos Campos. Apresentação será no dia 10 de setembro, às 20h, no CET – Centro de Estudos Teatrais.  

 

O Festival Nacional de Teatro do Vale do Paraíba – Festivale acontece de 06 a 16 de setembro. Sendo um dos eventos culturais mais importantes do Vale do Paraíba, o festival reúne mais de 20 espetáculos vindos de diferentes partes do Brasil. Além de apresentações, o evento realiza atividades formativas, como oficinas e debates.

 

“Agora e na Hora de Nossa Hora” é um solo de Eduardo Okamoto com dramaturgia do próprio ator e direção de Verônica Fabrini. Para a sua criação, Okamoto interagiu com meninos de rua em Campinas (onde ministrou oficinas de circo para esta população), São Paulo e Rio de Janeiro. Além disso, estudou o histórico e trágico acontecimento conhecido como Chacina da Candelária – quando, em 1993, oito meninos de rua foram assassinados por policias no Rio de Janeiro. Por fim, ainda se inspirou na obra “Macário” do Mexicano Juan Rulfo. Para saber mais sobre o espetáculo e ver vídeos e fotos, clique aqui.   

 

Serviço: 
“Agora e na Hora de Nossa Hora” no Festivale
Quando: 10/09/2012, às 20h 
Onde: CET – Centro de Estudos Teatrais
Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana
Informações: (12) 3924-7358.   

 

 

Espetáculo “Eldorado” em S. J. Campos

 

Eduardo Okamoto apresenta o espetáculo “Eldorado”, em São José dos Campos, como parte da programação do Festivale. A apresentação acontece no Teatro do Sesi, com ingressos gratuitos, distribuídos uma hora antes da apresentação.

 

Neste ano, o festival realiza mais de 100 atividades, entre apresentações de peças teatrais, palestras, workshops e debates em cerca de 40 locais diferentes na cidade. A maioria das atividades é gratuita.

 

Para saber mais sobre o festival, clique aqui.

Para saber sobre o espetáculo, clique aqui.  Para saber mais sobre o seu processo de criação, clique aqui.

 

Dia 08/09/2011. Quinta-feira, às 20h.

Teatro do Sesi São José dos Campos

Av. Cidade Jardim, 4389 – Bosque dos Eucaliptos

Informações: (12) 3936-2611


Sinopse: Acompanhado por uma “Menina”, um cego busca encontrar o que nenhum homem pôde jamais: Eldorado. Toda estória se resume nisto: era uma vez um homem que procura. Nos tempos e lugares da viagem, haja espaço para humanidades – travessia

 

Concepção, pesquisa e atuação: Eduardo Okamoto

Dramaturgia: Santiago Serrano

Direção Marcelo Lazzaratto