animação

Show do Carcoarco me restituiu a cidade!

Não escrevo crítica de teatro – ainda que boa parte de minha energia cotidiana esteja canalizada para o estudo desta arte. E, obviamente, não escrevo sobre música. Assim, este breve comentário sobre o show de lançamento do CD “Tem Carrêgo” (com reapresentação, hoje, às 20h, no SESC Campinas) não é leitura crítica: é elogio rasgado mesmo!

 

A mistura de referências é o que há de melhor nas rabecas brasileiras – instrumento caro ao Carcoarco. E é o que há de melhor no som do grupo. Há a versão repleta de dramaticidade de “Tico-Tico no Fubá” – um tango tupiniquim? Há o tema de Bach adaptado para as rabecas – “rabequianas” brasileiras? Há a delicadíssima versão de “Carinhosa”, de José Eduardo Gramani, “miscigenando” sons de instrumentos muitos sobre o palco… 

 

Às vezes, tenho dificuldade de apreender sentimento patriótico: ações da PM paulista, construção da Usina de Belo Monte, corrupção e indiferença, por exemplo, turvam em demasia a visão. Mas, no show de ontem, especialmente na execução de “Ouvirudum”, fantasia de Esdras Rodrigues sobre o hino nacional,  um tímido orgulho nasceu no peito. Ali, entendi que, possivelmente, a beleza da nação seja, à semelhança das rabecas, imperfeita mesmo.  E o comentário musical da canção popular em meio ao hino lembrou que o país que queremos nos escapa por uma certa distração de meninos. Ou ainda que a sociedade brasileira, a despeito das muitas tentativas canalhas do seu aprisionamento, encontra inexoravelmente a sua liberdade.     

 

 

 

Claro, sendo o lançamento de trabalho novo, há acertos a se fazer. O repertório musical e a sua execução ainda é melhor que o show como um todo. Sobretudo porque as falas dos músicos se alongam em demasia em longos intervalos entres as músicas, rompendo o ritmo da apresentação. E a pesquisa bem fundamentada do grupo pode ser ainda mais revelada ao espectador, com a exposição, por exemplo, com maior ênfase dos instrumentos pelo palco – o universo da rabeca, nesta mistura tradição/contemporaneidade gera sempre muita curiosidade. Meros detalhes. As rabecas ensinam, afinal, a intuir o belo no imperfeito.

 

O show me lembrou do grande prazer em fruir uma obra de arte, em Campinas – a última, se a minha memória não estiver sendo injusta  com outros companheiros artistas da cidade, foi na apresentação de Ivan Vilela Trio, na Cia Sarau. Ontem, assim, o show me restituiu o prazer da escolha de morar aqui.    

 

Frequentemente a cidade é deixada por importantes artistas, obrigados a procurar melhores oportunidades de trabalho em outras paragens. É o preço que se paga pelas sucessivas más gestões públicas da vida cultural de Campinas – às últimas gestões não podemos sequer dirigir críticas porque não existiram! Por isto, não raro, temos a sensação melancólica de tudo aquilo que a cidade poderia ser e não é.  Ontem, no entanto, o som foi pleno. Pudemos ser plenamente! Viva!                      

 

Serviço:
Carcoarco em Campinas
Quando: Sexta-feira (3), às 20h
Onde: Sesc Campinas 
Rua Dom José I, 270/333, Bonfim
Preços: De R$ 1 a R$ 4
Informações: (19) 3737-1500      

Curso de Elaboração de Projetos Culturais

 

Entre 11 e 12 de fevereiro de 2012, Daniele Sampaio ministra curso sobre Elaboração de Projetos Culturais, na Cia Sarau – localizada no distrito de Barão Geraldo, em Campinas. A taxa de inscrição é de apenas R$ 40,00. O curso é uma realização do Ponto de Cultura Boa Companhia e Companhia Sarau.   

 

O curso tem como objetivo oferecer aos participantes noções gerais de produção e gestão de projetos culturais nas artes cênicas, priorizando os processos de elaboração, execução e pós-produção do edital Proac – Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo.

 

Como conteúdo programático, serão abordados a elaboração propriamente dita de um projeto, incluindo a sua concepção e delimitação de objetivos e justificativa, o seu planejamento estratégico (orçamento e cronograma). Além disto, serão debatidos a execução prática de projetos e a elaboração do seu plano de comunicação. 

 

Serão disponibilizadas 15 vagas e haverá processo seletivo. Os candidatos devem encaminhar um e-mail para, até o dia 22 de janeiro de 2012, com uma breve apresentação e justificando interesse no curso. Os selecionados serão informados por e-mail  até o dia 24 de janeiro. A inscrição no curso será confirmada através de depósito bancário de taxa única no valor de R$40,00 até o dia 31 de janeiro (veja dados para depósito abaixo).  

 

Daniele Sampaio é Bacharel em Ciências Sociais pela UNICAMP e produtora do ator Eduardo Okamoto, desde 2006. Assim, é responsável pela produção dos espetáculos “Agora e na Hora de Nossa Hora” (2004), “Eldorado” (2008) – indicado ao Prêmio Shell de Melhor Ator em 2009 -, e “Chuva Pasmada” (2010) – indicado ao Prêmio CPT 2010 na categoria de Melhor Elenco.

 

Com estes trabalhos percorreu importantes festivais nacionais (FILO, FIT São José do Rio Preto, Cena Contemporânea de Brasília, Riocenacontemporânea, Caxias em Cena, Floripa Teatro, etc.) e internacionais (Suíça, Espanha, Kosovo, Marrocos, Escócia).

 

Participou de cursos, palestras e seminários com importantes profissionais atuantes na área de produção cultural.

 

Desde 2009, ministra, em parceria com o produtor Pedro de Freitas, da Périplo Produções, o curso “Produção e Gestão para as Artes Cênicas”, durante a realização do “Feverestival” – Festival Internacional de Teatro de Campinas.

 

Atualmente, além dos trabalhos de Okamoto, presta consultoria em produção e gestão para grupos de teatro.

 

Outras informações sobre o trabalho de Daniele Sampaio podem ser obtidas no site de seu trabalho:. 

 

Serviço:

Curso de Elaboração de Projetos Culturais 

Quando: 11 e 12 de fevereiro de 2012

Onde: Cia. Sarau – Rua José Martins, 1899. Vila Santa Isabel. Barão Geraldo – Campinas

Carga horária: 12 horas (Sábado e domingo das 10h às 17h30 – 1h30 de intervalo)

Vagas: 15

Tx. Inscrição: R$ 40,00 (inclui emissão de certificado). Os selecionados deverão efetuar depósito no Banco do Brasil (Agência no. 1515-6 e Conta Corrente no. 41.843-9) em favor de Daniele Sampaio da Silva.  

Informações: 55 19 3289-5265