animação

Seminário Mario Santana 2019

Hoje, no Seminário de Pós-graduação em Artes da Cena, a mesa “Epistemologias do Sul, Teatro e Museologia Social” contou com a especial participação do Grupo Primavera. A ONG trabalha no atendimento a jovens de um dos bairros de Campinas, o São Marcos.
É bonito que pessoas e instituições estejam próximas à sua vocação. E a Unicamp está: lugar em que Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária se articulam, fanzendo-se, juntas, melhores.
Durante a conversa, uma das jovens da ONG perguntou à plateia qual foi a sensação de ingressar na Universidade. Muitos negros e muitas negras, com famílias pobres ou com poucas oportunidades de escolarização, relataram seus processos de ingresso: o impossível tornando-se real!
De repente, o debate decolonial já não era puramente bibliográfico, mas um estar em si, a percepção de que aqui é aqui mesmo e não outro lugar.
Se o Ministro da Educação, o governador e os deputados estaduais de São Paulo quiserem continuar os seus ataques às instituições de ensino, precisarão mudar seus argumentos. O dia de hoje existiu! Existimos!
Em tempo: a mesa foi organizada por Erika Cunha, Luciana Mizutani , Ana Flávia Sanfelice e Veronica Fabrini.

Envie um comentario