animação

“OE” em Marília!

 

oe

 

No dia 26 de outubro (2ª-feira) o ator Eduardo Okamoto irá apresentar, em Marília -SP, seu novo espetáculo OE  – atuação de Eduardo Okamoto, encenação de Marcio Aurelio e dramaturgia de Cássio Pires. O espetáculo é inspirado na obra do escritor japonês Kenzaburo Oe, especialmente no livro “Jovens de um novo tempo, despertai!”.

 

A apresentação de OE nesta ocasião fará parte da recepção da comitiva de Higashihiroshima à cidade co-irmã no Brasil, Marília. Estarão presentes o Prefeito de Higashihiroshima, Sr. Yoshio Kurata, e o Presidente da Câmara Municipal de Hygashi, Sr. Mamoru Yamashita. A visita ao município estreitará as relações políticas e sociais entre essas localidades.

 

Kenzaburo Oe nasceu em 1935, no lugarejo de Ose. Ainda estudante de literatura francesa em Tóquio, estreou na ficção e conquistou o cobiçado Prêmio Akutagawa. Um dos romancistas mais populares do Japão, sua obra compreende inúmeros contos, escritos políticos e um famoso ensaio sobre Hiroshima. Em 1967, recebeu o prêmio Tanizaki e, em 1994, o Prêmio Nobel de Literatura.

 

Serviço OE :: solo do ator Eduardo Okamoto

Onde: Teatro do Colégio Sagrado Coração de Jesus – Rua Nelson Spielman, 700 – centro, 17509-001. Marília – SP

Quando: 26 de outubro de 2015 – 2a-feira

Horário: 19h30

Ingressos: gratuitos distribuídos por ordem de chegada.

Lotação: 600 lugares

Mais informações: (14) 3402-6600 ou (14) 3433-4187

 

Sinopse

OE  é um solo com dramaturgia inédita inspirada na obra do escritor japonês Kenzaburo Oe, especialmente no livro “Jovens de um novo tempo, despertai!”. O espetáculo, porém, não dramatiza a ficção do autor nipônico. Encontra nela impulso para a abertura de imaginários. Na história, ao reconhecer a possibilidade iminente da morte, um homem escreve para o seu filho primogênito, que possui severa deficiência intelectual, um livro contendo a definição de todas as coisas existentes no mundo. Neste projeto urgente e impossível, um legado e um sonho: no dia da sua morte, toda a sua experiência acumulada em si fluiria para o espírito inocente do garoto.

 

 

Ficha Técnica
Espetáculo inspirado na obra de Kenzaburo Oe
Encenação e iluminação: Marcio Aurelio
Dramaturgia: Cássio Pires
Atuação: Eduardo Okamoto
Assistência de direção: Lígia Pereira
Assistência de iluminação: Silviane Ticher
Orientação corporal: Ciça Ohno
Figurino e Cenografia: Marcio Aurelio
Assistente de Figurino e Cenário: Maurício Schneider
Fotografia: Fernando  Stankuns
Registro em vídeo: Bruno Jorge
Design gráfico: LuOrvat Design
Orientação pedagógica do projeto: Suzi Frankl  Sperber
Coordenação Técnica: Silvio Fávaro
Assistência de produção: Mariella Siqueira
Direção de produção: Daniele Sampaio | SIM! Cultura