animação

8. Meninos de rua do Marrocos: “Ali Zaoua”

 

O processo de criação de “Agora e na Hora de Nossa Hora” foi acompanhado de um levantamento filmográfico de obras que debatem a situação da infância e da juventude no Brasil e no mundo. Como parte das postagens do projeto “Agora e na Hora de Nossa Hora_18!” – projeto de circulação do espetáculo em 18 sessões na capital e 18 apresentações pelo interior paulista, acompanhada de atividades paralelas,  como 18 postagens neste blog a cada fase do projeto  – apresento trechos de filmes que nortearam a montagem dramatúrgica do espetáculo em que atuo.

 

Aqui, apresento uma referência fundamental: “Alia Zoua”. Na versão em inglês, o filme ganhou o subtítulo “Prince of the Street”. No Brasil, o subtítulo é “Ruas de Casablanca”.

 

O filme evidenciou-me uma abordagem pouco usual da situação de rua: o lirismo. Com diversas cenas de devaneio, a obra contrasta a crueza da situação social com a capacidade humana infinita do sonho. Não me refiro ao sonho como abstração, tal qual ele nos é apresentado em determinados filmes estadunidenses: “não deixe de buscar seus sonhos”. Refiro-me mesmo à concretude do sonho: as muitas realidades que podem conviver na vida comum dos homens.

 

Lembro-me sempre: crianças de rua são, antes de tudo, crianças. Como nos parece difícil, às vezes, enxergar o óbvio!

 


 
“Agora e na Hora de Nossa Hora” no SESC Pompéia:
Rua Clélia, 93
De 21 de outubro a 27 de novembro de 2011
Sextas e sábados, às 21h, e domingos às 19h
Ingressos: de R$ 3,00 a R$ 12,00
Telefone: 11 3871-7700

Envie um comentario