animação

24ª edição do Fitub chega ao fim

 

Na edição deste ano do Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau, Eduardo Okamoto atuou como selecionador de espetáculos e júri da Mostra Universitária Nacional.

 

O texto abaixo (retirado de), divulga o resultado da cerimônia de premiação do evento.

 

Números, da Unicamp, foi considerado o melhor do 24º FITUB

A 24ª edição do Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau terminou no sábado, 16 com a encenação de Cinco ou seis coisas que eu sei… pelo grupo Pé Sujo, formado por alunos do Bacharelado em Teatro da FURB, com a participação especial do Coro da Universidade; e premiação das Mostras Universitária Nacional e Universitária Latino-Americana.

 

“Foram nove dias de muito debate e trocas de experiências e conhecimentos. O Festival mais uma vez cumpriu o seu papel e mostrou porque é considerado um dos mais importantes eventos de ensino, pesquisa e extensão do calendário do teatro universitário brasileiro e sul-americano”, destaca a coordenadora do FITUB, professora Pita Belli. “Gostaria de agradecer a todos que contribuíram para o êxito de mais uma edição do FITUB e, desde já, convidar para a 25ª edição do Festival, em 2012”, diz.

 

Premiados

O público elegeu como espetáculo destaque da Mostra Paschoal Carlos Magno – Universitário Latino-Americano El Cadaver de un Recuerdo Enterrado Vivo, do Grupo IUNA – do Instituto Nacional de Artes, Buenos Aires – Argentina

 

Na Mostra Universitária Nacional, por indicação do corpo de jurados, os melhores foram: Figurino – Grupo Os Geraldos, por Números, da Universidade Estadual de Campinas/SP

Cenografia – Não houve indicação.

Iluminação – Marcela Andrade, por S., da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/RJ

Concepção Sonora – Fábio Miranda, por A Porca Faz Anos!, da Universidade de Brasília / DF

Conjunto de atores – Grupo Os Geraldos, pelo espetáculo Números, da Universidade Estadual de Campinas/SP

Atriz – Camila Guerra, como Dirce Russo, em A Porca Faz Anos!, da Universidade de Brasília / DF

Ator – Pedro Lima, como \“PL\”, em Trajetória \”X\”, da Universidade de Brasília/DF

Direção – Carlos Canhameiro, por O Horácio, do Centro Universitário Barão de Mauá / Ribeirão Preto / SP

Melhor Espetáculo – Números, do Grupo Os Geraldos Universidade Estadual de Campinas / SP

Prêmio Especial do Júri – Equipe do espetáculo O Horácio pela realização cênica arrojada de teatro narrativo

Menção Honrosa – Ao personagem Leão do Himalaia, do espetáculo Números pela sua graciosidade inabalável

 

Espetáculo “Chuva Pasmada” o oficina em S. J. Rio Preto e Bauru



Na próxima semana, o espetáculo “Chuva Pasmada”, parceria com Matula Teatro, se apresenta em Bauru e São José do Rio Preto. Nesta última cidade, o ator Eduardo Okamoto ministra a oficina “Dramaturgia do Corpo” na unidade do SESC Rio Preto.


SESC BAURU

Espetáculo “Chuva Pasmada”

Data: 26/05/2011 às 21h

Informações: 14 3235-1750 / sescbauru


SESC RIO PRETO

Espetáculo “Chuva Pasmada”

Data: 28/05/2011 às 20h / sescriopreto


Oficina: “Dramaturgia do Corpo” – com Eduardo Okamoto

Datas: 28 e 29/05/2011

Horário: 10h – 13h

Informações: 17 3216-9300 / sescriopreto

Espetáculo “Eldorado”em curtíssima temporada em São Paulo

 

 

De 04 a 25 de junho de 2011,  o solo “Eldorado” volta ao cartaz em 04 únicas apresentações, aos sábados, no SESC Ipiranga. As apresentações estão inseridas no projeto Teatro Mínimo.

 

O projeto pretende apresentar monólogos baseados essencialmente no trabalho de interpretação do ator, trazendo textos, consagrados ou autorais, que tenham como foco o trabalho de expressividade do intérprete.

 

ELDORADO

De 04/06 a 25/06. Sábados, às 19h30. Auditório.

 

Acompanhado por uma “Menina”, um cego busca encontrar Eldorado. Ele procura, no tempo e nos lugares da viagem, o espaço para a humanidades onde o viajante é atravessado enquanto cruza geografias. Nesse espaço, todo homem é único e igual a todos os demais. O espetáculo nasce da observação da realidade, da interação com construtores e tocadores de rabeca, instrumento de arco e cordas, parecido com o violino, presente em muitas manifestações da cultura popular do Brasil.

 

Concepção, pesquisa e atuação: Eduardo Okamoto.

Dramaturgia: Santiago Serrano.

Direção Marcelo Lazzaratto.

 

Não será permitida a entrada após o início do espetáculo.

Auditório. 40 lugares.

Acima de 14 anos.

R$ 12,00 (inteira); R$ 6,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino). R$ 3,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).

 

SESC IPIRANGA

Rua Bom Pastor, 822 Fone: 3340 2000

Eduardo Okamoto no Festival Ruínas Circulares

 

Teve início neste sábado (30/04) a 3ª edição do festival, uma iniciativa conjunta da Fundação Nacional de Artes (FUNARTE) e a Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

 

Desde o ano passado, além da apresentação de espetáculos, o evento se divide em dois, que acontecem simultaneamente, mesclando teoria e prática; o Seminário Nacional de Pesquisa em Teatro e as Noites Performáticas.

 

Para este ano, o Ruínas Circulares traz ainda mais inovações para enriquecer sua passagem: a instituição de um eixo temático e de um maior espaço dedicado à crítica – tanto em formatos experimentais quanto de forma mais especializada, com o objetivo de estimular/intensificar, tanto nos atores quanto no público, o debate, a reflexão e a avaliação crítica.

 

Na agenda deste ano, espetáculos do Brasil, Chile, Peru, Colômbia e Espanha. Confira a programação completa (Espetáculos, Oficinas, Seminário e Noites Performáticas), bem como os procedimentos para inscrição nas oficinas, no site do Festival.

 

O ator Eduardo Okamoto participa da edição deste ano com o espetáculo “Eldorado” e a oficina “Dramaturgia do Corpo”. O espetáculo será apresentado  no dia 06 de maio, às 20h, no Teatro Rondon Pacheco. A oficina, cujas vagas já estão preenchidas, acontece nos dias 06 e 07 de maio, das 09 às 13h, no Bloco 03 da UFU, Campus Santa Mônica.

 

Para saber mais e conferir a programação completa, acesse o site do festival.

Selecionados espetáculos para as mostras do 24º FITUB



A comissão de seleção dos espetáculos inscritos no 24º Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau, realizado pela FURB de 8 a 16 de julho, esteve reunida na Universidade nos dias 29 e 30 de abril. Formada pelos professores Walter Lima Torres Neto, Bárbara Mara Bof dos Santos, Eduardo Okamoto, Fátima Maria Ortiz Lour e Pita Belli, a comissão indicou como participantes da Mostra Universitária Nacional – Competitiva os seguintes espetáculos:

 

O Horácio – Centro Universitário Barão de Mauá – Ribeirão Preto/SP

A Porca faz anos! – Universidade de Brasília – DF

Ponto de Partida – Universidade de São Paulo – SP

Números – Universidade Estadual de Campinas – SP

Trânsito Livre – Universidade Estadual de Campinas – SP

S. – Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO – RJ

Trajetória \”X\” – Universidade de Brasília – DF

 

Para a Mostra Paschoal Carlos Magno – Universitária Latino-Americana os seguintes espetáculos foram indicados:

 

Detras – Instituto Universitario Nacional  del Arte – Buenos Aires – Argentina

Arenales, um pueblo bajo el mar – Instituto Universitario Nacional  del Arte – Buenos Aires – Argentina;

Sin sentido – Universidad de Antioquia – Medelín – Colômbia;

El cadáver de um recuerdo enterrado vivo – Instituto Universitario Nacional  del Arte – Buenos Aires – Argentina;

Uñas Sucias –  Universidad Mayor – Santiago – Chile.

 

Para a coordenadora do FITUB, professora Pita Belli, o processo de seleção é sempre difícil, “especialmente porque a decisão é tomada com base em um vídeo do espetáculo, uma linguagem muito diferente do corpo-a-corpo do teatro. Mas a comissão concluiu o trabalho muito satisfeita”, destaca. Segundo Pita, a variedade de formatos e de assuntos que compõe as mostras deverá enriquecer as análises e debates que são característicos do festival realizado pela FURB. “Já durante a seleção houve muita reflexão, incitada pelas temáticas dos inscritos, que envolvem desde o papel do teatro até as questões sociais e políticas atuais, com abordagens muito ricas e interessantes”, comenta a coordenadora.

 

Entre os participantes estão propostas para os auditórios do Teatro Carlos Gomes e também para espaços alternativos. Desta vez o FITUB não terá nenhum espetáculo de rua.

 

Acesse a ata da comissão e conheça os espetáculos suplentes.

 

*Fonte:http://www.furb.br/novo/index.php?option=noticia&task=detalhe&categoria=13&id=905&Itemid=2863

24º FITUB promove Conversas sobre Teatro


 

A 24ª edição do Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau, FITUB, realizado pela FURB de 8 a 16 de julho, recebe esta semana os convidados para a seleção dos inscritos às mostras nacional e internacional ibero-americana.

 

O Festival deste ano terá com temática ‘Além da cena’ e pretende discutir os aspectos que envolvem os espetáculos e que não são vistos, diretamente, pelo público. Para começar esta conversa, o FITUB realiza no dia 28 de abril, às 19 horas no Bloco S, sala 113, o ‘Conversas sobre Teatro’. Participam os convidados Bárbara Bof, de Belo Horizonte, MG, diretora presidente da Associação No Ato Cultura Educação e Meio Ambiente e idealizadora do FETO, Festival Estudantil de Teatro, realizado na cidade desde 1999; Eduardo Okamoto, de Campinas, SP, doutor em Artes e professor da Escola Superior de Artes Célia Helena e Fátima Ortiz, de Curitiba, PR, atriz, dramaturga e diretora, além de diretora de produção do ‘Pé no Palco Atividades Artísticas’.

 

O tema que guiará as conversas é Teatro: atuação versus produção versus ensino.

 

A entrada é gratuita e a participação é aberta à comunidade.

 

A relação dos espetáculos selecionados à 24ª edição do FITUB será divulgada no dia 2 de maio, aniversário da FURB. Também participa da seleção o professor Walter Lima Torres, ator, diretor de teatro e professor de estudos teatrais na UFPR.

 

*Fonte:http://www.furb.br/novo/index.php?option=noticia&task=detalhe&categoria=13&id=897&Itemid=2863


“Chuva Pasmada” no SESC São José dos Campos


 

Parceria de Eduardo Okamoto e Alice Possani, do Matula Teatro, “Chuva Pasmada” chega ao SESC São José dos Campos.

 

A apresentação é parte da circulação que o espetáculo realiza pelo interior de São Paulo.  Em 2011, 0 trabalho já se apresentou nas cidades de Santos, Riberão Preto, Araraquara e Campinas.

 

Depois de São José dos Campos, o  espetáculo ainda segue para Piracicaba e Bauru.   Em breve, publicaremos aqui mais detalhes.

 

Para saber mais sobre o espetáculo, clique aqui.

 

Serviço:

“Chuva Pasmada” no SESC São José dos Campos

Dia: 20/04/2011

Hora: 21h

Endereço: Av. Ademar de Barros, 999. Jardim São Dimas

Ingressos: de R$ 2,00 a 8,00

Informações: 12  3904-2000


Novos Vídeos de “Agora e na Hora de Nossa Hora”




Em celebração à realização da Mostra Repertórios do Corpo, no SESC Campinas, lançamos a nova galeria de vídeos de divulgação do espetáculo “Agora e na Hora de Nossa Hora”. Reunimos, nessa galeria, novo clipe e entrevistas sobre o processo de criação e sobre as viagens para apresentação de espetáculos.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player





Novos Vídeos de “Chuva Pasmada”



Em celebração à realização da Mostra Repertórios do Corpo, no SESC Campinas, lançamos a nova galeria de vídeos de divulgação do espetáculo “Chuva Pasmada” – trabalho em parceria com Alice Possani, do Grupo Matula Teatro . Reunimos, nessa galeria, clipe e entrevistas sobre o processo de criação do espetáculo.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




Novos Vídeos de “Eldorado”



Em celebração à realização da Mostra Repertórios do Corpo, no SESC Campinas, lançamos a nova galeria de vídeos de divulgação do espetáculo “Eldorado”. Reunimos, nessa galeria, clipe e entrevistas sobre a turnê do espetáculo pelo Vale do Ribeira, em São Paulo – região onde o ator, anos antes, havia realizado pequisas de campo que fundaram a criação do trabalho.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




Novos Vídeos de “Uma Estória Abensonhada”



Em celebração à realização da Mostra Repertórios do Corpo, no SESC Campinas, lançamos a nova galeria de vídeos de divulgação do espetáculo “Uma Estória Abensonhada”. Reunimos, nessa galeria, novo clipe e entrevistas sobre o seu processo de criação.


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




Mostra Repertórios do Corpo no SESC Campinas

Depois de passar por Ribeirão Preto, a mostra “Repertórios do Corpo” chega ao SESC Campinas,   reunindo espetáculos e oficina do ator Eduardo Okamoto.

 

A mostra sintetiza resultados de seus estudos sobre a chamada dramaturgia de ator – modalidade de criação teatral fundada na organização de repertórios físico-vocais do atuante. Deste estudo foram desenvolvidos diversos espetáculos com a sua participação, como os solos “Agora e na Hora de Nossa Hora” e “Eldorado” (indicado ao Prêmio Shell 2009 como Melhor Ator), e as parcerias “Chuva Pasmada” (com a atriz Alice Possani, do Matula Teatro) e “Uma Estória Abensonhada” (em que dirige o Grupo Teatro Camaleão).

 

Em 2010, ano em que Eduardo Okamoto completou uma década de pesquisas continuadas sobre esse tema de trabalho, um evento-inventário denominado “10 Anos por uma Escrita do Corpo”, análogo a este “Repertórios do Corpo”, foi realizado nas cinco regiões do Brasil, passando por Natal, Belém, Goiânia, Belo Horizonte e Porto Alegre.

 

Confira a programação abaixo:


SERVIÇO MOSTRA “REPERTÓRIOS DO CORPO”

Local: SESC Campinas

Data: de o6 a 09/04.

Ingressos: de R$ 3,00 a R$ 12,00

Informações: 16 3977-4477

www.sescsp.org.br

Repertórios do Corpo no SESC Ribeirão Preto


Pela primeira vez em Ribeirão Preto, a mostra “Repertórios do Corpo” reúne três espetáculos do ator Eduardo Okamoto, Bacharel em Artes Cênicas, Mestre e Doutor em Artes pela Unicamp.

 

A mostra sintetiza o resultado de mais de uma década de pesquisa sobre a chamada dramaturgia de ator – modalidade de criação teatral fundada na organização de repertórios físico-vocais do atuante.

 

Deste estudo foram desenvolvidos diversos espetáculos com a sua participação, como os solos “Agora e na Hora de Nossa Hora” e “Eldorado” (indicado ao Prêmio Shell 2009 como Melhor Ator), e “Chuva Pasmada” (em parceria com a atriz Alice Possani, do Matula Teatro, e baseado no conto homônimo do escritor moçambicano Mia Couto).

Confira a programação abaixo:

 

Dia 29/03 às 21h

Espetáculo “Eldorado” – Indicação Prêmio Shell Melhor Ator 2009

 

Dia 30/03 às 21h

Espetáculo “Chuva Pasmada” – em parceria com a atriz Alice Possani, do Matula Teatro

 

Dia 01/04 às 21h

Espetáculo “Agora e na Hora de Nossa Hora” – Solo Premiado no Festival Internacional de Teatro Dança de Agadir – Marrocos

 

SERVIÇO MOSTRA “REPERTÓRIOS DO CORPO”

Local: SESC Ribeirão Preto

Data: 29 e 30/03, 01/04.

Ingressos: R$ 2,50 a R$ 10,00

Informações: 16 3977-4477

www.sescsp.org.br

 


Espetáculo “Chuva Pasmada” no SESC Araraquara


O ator Eduardo Okamoto volta a Araraquara para apresentação única de seu novo espetáculo: “Chuva Pasmada” – em parceria com a atriz Alice Possani do Grupo Matula Teatro.

 

A apresentação será no SESC ARARAQUARA no dia 31/03 às 20h.

 

Serviço:

Espetáculo “Chuva Pasmada”

Local: SESC Araraqura

Data: 31/03/2011 às 20h

Ingressos: R$ 5,00 a R$ 20,00

Informações: 16 3301-7500

www.sescsp.org.br

 


Inscrições Abertas para Oficina “Dramaturgia do Corpo” com Eduardo Okamoto no TEPA

Dentro das comemorações dos 15 anos do Teatro Escola de Porto Alegre – TEPA – o ator Eduardo Okamoto ministra a oficina “Dramaturgia do Corpo”. O curso será realizado nos dias 14, 15 e 16 de abril.

As incrições já estão abertas!

Para mais informações: (51) 3221-7778 ou www.tepa.com.br

Para quem não conhece, O TEPA é um Centro de Produção, Pesquisa e Formação Cultural fundado em 1996. Desde então, tem produzido espetáculos que se diferenciam pelo valor artístico no panorama cultural do Rio Grande do Sul.

O TEPA viabiliza e apoia produções de espetáculos profissionais, montagens de conclusão de cursos de sua própria escola e atividades de cunho cultural, como o fomento a grupos de pesquisa em linguagens de estilo, eventos para empresas e produções ligadas ao cinema e à televisão.

Para saber mais, clique aqui.