animação

25 – A Música dos Meninos de Rua: “Dia de Visita”, do Realidade Cruel

 

Ao contrário do que se pensa, meninos e meninas em situação de rua, não raro, são ligados fortemente às suas origens, sobretudo, às suas famílias. Ainda que dolorosamente nem sempre mencionem isto, impressiona o quanto o tema os mobiliza. Curiosamente, diga-se, os meninos tendem a reproduzir nas ruas as estruturas familiares que conheciam em casa. Assim, andam em grupos e alguém considerado um pouco mais maduro (menino ou menina mais velha, um morador de rua adulto, uma prostitua) acabam assumindo a postura de pai ou mãe da rua, responsabilizando-se pelos demais.

 

Nesta postagem, um vídeo do grupo Realidade Cruel, de Hortolândia, região de Campinas. Já disse, em outro texto, que o grupo fala fundo aos meninos de rua. Aqui, uma música em que tratam justamente de um dia de visita (um detento recebendo a visita da mãe, no presídio). Muitas vezes a ouvi na Febem. Outras tanta ouvi meninos cantando-a nas ruas.

 

 

Nesta semana, o espetáculo “Agora e na Hora de Nossa Hora” apresenta-se em São José dos Campos, como parte da Mostra Joanense de Teatro.

 

“Agora e na Hora de Nossa Hora” em São José dos Campos
Mostra Joanense de Teatro
31 de março, às 21h e 01 de abril, às 19h
CET – Centro de Estudos Teatrais
Av. Olivo Gomes, 100 – Parque da Cidade – Santana
Informações: (12) 3924-7358.  

 

 

Envie um comentario