animação

Yumiko Yoshioka em Berlim

Frequentemente me emociono com aulas. Não digo com isso que me arrebato durante as lições – o que também acontece e seria esperado de alguém que tem na fiscalidade seu fundamento de arte. O que quero dizer é que me comove ver um professor ou professora sintetizando, num exercício, um princípio, uma poética, um ponto de vista sobre o mundo. Acho encantador ver um plano de aula, um programa bem elaborado.
Assim, hoje, quando a professora e bailarina de butô Yumiko Yoshioka demonstrou uma prática, durante um workshop em Berlim, eu fui mobilizado como quem assiste a um espetáculo. Enquanto ela se movia, algo em mim dançou: a alegria de ter corpo! A alegria de ser corpo! O corpo!